domingo, 15 de setembro de 2013

Flúor, O Veneno da Pineal

Há tempos atrás, na postagem A Glândula Pineal, Corpo e Alma, Mediunidade, 4ª dimensão...   apresentamos uma palestra  sobre o Dr. Sérgio Felipe de Oliveira e também editamos um vídeo interessante e humorado dele sobre o tema. 
Para facilitar a leitura abaixo, seria bom reler a entrevista na postagem, mas de qualquer forma vamos conceituar  a pineal novamente, na visão do ilustre médico e buscador metafísico:
“- A pineal está localizada no meio do cérebro, na altura dos olhos. Ela é um órgão cronobiológico, um relógio interno. Como ela faz isso? Captando as radiações do Sol e da Lua. A pineal obedece aos chamados Zeitbergers, os elementos externos que regem as noções de tempo. Por exemplo, o Sol é um Zeitberger que influencia a pineal, regendo o ciclo de sono e de vigília, quando esta glândula secreta o hormônio melatonina. Isso dá ao organismo a referência de horário. Existe também o Zeitberger interno, que são os genes, trazendo o perfil de ritmo regular de cada pessoa. Agora, o tempo é uma região do espaço. A dimensão espaço-tempo é a quarta dimensão. Então, a glândula que te dá a noção de tempo está em contato com a quarta dimensão. Faz sentido perguntarmos: “Será que a partir da quarta dimensão já existe vida espiritual?” Nós vivemos em três dimensões e nos relacionamos com a quarta, através do tempo. A pineal é a única estrutura do corpo que transpõe essa dimensão, que é capaz de captar informações que estão além dessa dimensão nossa. A afirmação de Descartes, do ponto em que a alma se liga ao corpo, tem uma lógica até na questão física, que é esta glândula que lida com a outra dimensão, e isso é um fato.”
São assustadoras as pesquisas recentes sobre o envenenamento do meio ambiente na terra, ar e água através de radiação nuclear pelos dos processos de descarte de lixo tóxico ou acidentes em usinas (vide Chernobyl e Japão) e de metais pesados e tóxicos ao metabolismo humano e animal. Nesse panorama sombrio, destaca-se entre outros o processo de envenenamento conhecido como calcificação da pineal produzido pela grande quantidade de flúor que o governo de muitos países obrigatoriamente coloca na água potável a pretexto de reduzir cáries dentárias. É o mesmo processo irresponsável e burro de obrigar por lei federal os produtores de sal de cozinha a adicionar iodo ao sal para evitar o bócio, aumento anormal da gandula tireóide, produzindo como subprodutos doenças piores para a população (vide  postagem Você Confia na Ciência?).

A Dra. Luke
Durante grande parte da década de 1900 muito pouca pesquisa foi realizada para estudar o efeito de acumulação de flúor sobre a saúde do cérebro , mas já na década de 1950 o tema passou a merecer a atenção entre um número de cientistas, pesquisadores e profissionais de saúde odontológicos. 
Em 1990, um importante marco foi alcançado quando a Dra. Jennifer Luke fez a pergunta : Como é que o acúmulo de flúor afetam os tecidos duros e moles do corpo ?
Dra. Luke focou o estudo do efeito do fluoreto na glândula pineal e especificamente , concentrou-se sobre a forma como a acumulação de flúor afeta a glândula,que segrega melatonina, o hormônio do sono natural que desempenha um papel vital na função do ciclo do sono. A melatonina não só é necessária para um bom sono, mas também regula o início da puberdade e luta contra os radicais livres.Quando sua função glândula pineal é suprimida, a produção de melatonina sofre e você está se colocando em risco para uma série de doenças, incluindo a doença de Alzheimer, desregulação do ritmo circadiano, insônia, desequilíbrio bipolar, desequilíbrios hormonais, dor lombar, câncer, o TDAH (Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade), e puberdade precoce.
A Dra. Luke faz uma descoberta alarmante, e os principais pontos do  seu estudo podem ser resumidos assim:
1 . A glândula pineal absorve mais flúor do que qualquer outra parte do corpo.
2 . Particularmente alarmante é a quantidade de flúor que é absorvida pelo tecido duro da glândula pineal . Esse tecido pode absorver até 21 mil partes / milhão .
 3. O tecido duro absorve uma quantidade muito maior de fluoreto do que qualquer outro tecido duro no corpo , muito mais do que os dois dentes e ossos.
 4 . Em testes em animais , a acumulação de flúor na glândula pineal restringiu a produção de melatonina e acelerou o início da puberdade.
O mais alarmante é a constatação de que a glândula pineal tem potencial para absorver até 21 mil partes / milhão de flúor . Para compreender verdadeiramente como isso é perigosamente tóxico , considere que o governo federal dos Estados Unidos recomenda que a água de abastecimento público contenha apenas 0,7-1 partes !!! No Brasil também, apesar de que pesquisas demonstram que a água fluorada não protege os dentes mais que a não-fluorada (veja o video do Dr. Bill Osmunson no final). Poucos sabem que a dosagem saudável de fluor pode ser perfeitamente obtida na feira ou no supermercado em alimentos corriqueiros da nossa dieta (alho, aveia, beterraba, brócolis, cebola, couve, couve-flor, escarola, espinafre, feijão, ovo, maçã e trigo entre outros).
Para uma perspectiva adicional , devemos considerar a concentração de flúor dos seguintes produtos de higiene oral :
1 . Pasta de dente de fluoreto : até 1.000 partes / milhão , dependendo da marca.
2 . Enxágue de boca com flúor: até 500 partes / milhão , dependendo da marca.
Curiosamente há uma mensagem de cautela do FDA aos consumidores americanos, pois os produtos acima estão claramente marcados com as etiquetas de advertência , conforme exigido pelo Food and Drug Administration ( FDA) que é a Agência de administração de Drogas e Alimentos nos EUA : "AVISO: Mantenha fora do alcance de crianças menores de 6 anos de idade. Se ingerir acidentalmente mais do que usado para escovar , procure ajuda profissional ou “contate um centro de controle de veneno imediatamente. "
Enquanto os pesquisadores continuam a investigar os efeitos tóxicos do flúor no corpo humano , um movimento no sentido " livre de fluoreto " em odontologia surgiu. Cada vez mais, os americanos estão começando a procurar maneiras de manter seus dentes e gengivas sem o uso de produtos químicos nocivos, como flúor.
Qualquer forma de stress da glândula pineal é preocupante devido ao seu papel fundamental em nosso corpo, que tem sido estudado há milhares de anos. 
Uma forma de stress da glândula pineal é conhecido como calcificação glândula pineal, que pode ser chocante para você. Fluoreto de sódio, presente na água de beber e de certos produtos odontológicos e remédios comprados em lojas,farmácias e outras fontes, como o Prozac (fluoxetina), fluoroquinolonas e panelas antiaderente poderiam estar contribuindo para o aumento alarmante de calcificação da glândula pineal.
A Dra. Luke avisou sobre os efeitos tóxicos do flúor durante anos, e durante este tempo mais e mais cientistas começaram a reconhecer os perigos. Muitos estudos destacam os efeitos tóxicos do flúor em nosso corpo, afetando principalmente o funcionamento do cérebro, mas curiosamente, a maioria da água da torneira nos Estados Unidos, assim como em alguns outros países, ainda é fortemente fluoretada.
A conexão entre a calcificação da glândula pineal e ingestão de flúor pode muito bem ser uma das peças mais importantes de informação na luta contra a fluoretação da água. Até a década de 1990, nenhuma pesquisa havia sido realizada sobre o impacto do flúor sobre a glândula pineal. No entanto, agora temos grandes universidades descobrindo que “a glândula pineal é o principal alvo de acumulação de flúor em seu corpo”.
Graças a primeira pesquisa realizada pela Universidade de Surrey, na Inglaterra, em 1997, sabe-se agora que o tecido macio da glândula pineal adulta contém mais flúor do que qualquer outro tecido macio em seu corpo. De fato, os níveis de fluoreto de glândula pineal examinados no estudo eram suficientemente elevados para inibir as enzimas.
Quando as enzimas são danificadas, isso pode levar ao colapso do colágeno,  produzindo eczema, danos nos tecidos, rugas da pele, lesão genética. Isso também pode causar problemas com o seu sistema imunológico, digestivo, respiratório, circulação de sangue e a função renal.
Os teores de fluoreto de glândula pineal foram medidos em  330 partes por milhão (ppm). A EPA (Agência de Proteção Ambiental,nos EUA) atualmente define o nível máximo permitido de fluoreto de sódio na água de beber, a 4 ppm!  Isso não é nada comparado com a quantidade de flúor armazenado nos tecidos da glândula pineal conhecidos como cristais hidroxiapatita. Níveis de flúor observados no tecido duro foram encontrados tão elevados quanto 21.000 ppm. Cristais Hidroxiapatita armazenam mais flúor do que qualquer outro tecido duro em seu corpo, incluindo os dentes e ossos.
Depois que os pesquisadores concluíram que a glândula pineal era um alvo importante para a acumulação extrema de flúor em seu corpo, eles decidiram realizar uma série de experimentos para determinar se era suficiente para causar impacto no funcionamento da glândula, em especial a produção de melatonina. Dra. Jennifer Luke, da Universidade de Surrey, na Inglaterra conduziu os pesquisadores na realização do estudo.
Os resultados foram surpreendentes até mesmo para os cientistas da equipe de pesquisa. Animais tratados com flúor não só tinham níveis mais baixos de melatonina como esperado, mas fêmeas tiveram um início precoce da puberdade. Devido à interferência da produção de melatonina nos animais em resposta ao tratamento com flúor, os gatilhos hormonais que são responsáveis pela puberdade foram perturbados.
A Dra. Luke resumiu os resultados:
"Em conclusão, a glândula pineal humana contém a maior concentração de fluoreto no corpo.O fluoreto está associada com a síntese da melatonina pineal deprimida na pré-puberdade e um início acelerado da maturação sexual na fêmea. Os resultados reforçam a hipótese de que a glândula pineal tem um papel importante no momento do início da puberdade. "
Meninas americanas estão atingindo a puberdade em idade mais jovens do que nunca. Na década de 1990, o primeiro sinal nos seios em desenvolvimento na puberdade em meninas de oito anos, foi considerado um evento anormal que deveria ser investigada por um endocrinologista. No entanto, em 1999, na sequência de um estudo de 1997 que encontrou quase metade dos afro-americanos e 15 por cento dos brancos haviam começado o desenvolvimento da mama aos oito anos, a Lawson Wilkins Sociedade de Endocrinologia Pediátrica sugeriu mudar o que é visto como "normal".
Poderia calcificação glândula pineal ser a causa da puberdade precoce em meninas jovens?
O estudo realizado pela Universidade de Surrey, na Inglaterra, diz absolutamente sim. A conexão entre a calcificação da glândula e um início precoce da puberdade foi sequer mencionado como ponto principal no resumo do estudo por Dra. Luke.
É importante lembrar que o estudo pioneiro foi realizado em 1997, antes da pesquisa de 1999, que trouxe à luz a epidemia de puberdade precoce. Temos conhecido todo este tempo a correlação entre a exposição ao fluoreto e puberdade precoce, mas ainda  houve pouca cobertura do assunto!

A explosão de informações sobre a toxicidade da Glândula Pineal
Após as descobertas iniciais sobre a ligação entre o flúor e calcificação da glândula pineal, cientistas começaram a analisar a questão mais de perto. Em 2006, o Conselho Nacional de Pesquisa (NRC) divulgou seu relatório: "O flúor na água potável: uma revisão cientifica de normas da EPA" 
O NRC começou a trabalhar no relatório, em 2003, a pedido da EPA, a fim de avaliar as últimas pesquisas sobre a toxicidade de flúor e avaliar atuais padrões da EPA água potável segura para flúor. Em 2006, o relatório foi lançado com um resumo que apoiou o trabalho de Dr. Luke e sua equipe de pesquisa que realizou a primeira experiência no papel que desempenha o  flúor na  calcificação da glândula pineal em 1997. O resumo foi publicado na National Academies Press, Washington DC P221-22:
"O estudo de função da pineal indica que os resultados de exposição de flúor na produção de melatonina alteram a maturidade sexual ... 
A informação recente sobre a função do órgão pineal em humanos sugere que qualquer agente que afeta a função pineal poderia afetar a saúde humana, em uma variedade de maneiras, incluindo efeitos sobre a maturação sexual, o metabolismo do cálcio, da função paratiroide, a osteoporose pós-menopausa, câncer e doença psiquiátrica. "

DMT e o 3º  olho
Segundo o livro “The Spirit Molecule” (2010), o DMT (dimetiltriptamina) foi estudado pelas  pesquisas pioneiras do Dr. Rick Strassman com uma abordagem multifacetada deste intrigante alucinógeno encontrado no cérebro humano e em muitas plantas. É uma molécula similar à Serotonina produzida no organismo humano.
Limpar a glândula pineal e ativar o terceiro olho adormecido é essencial para aqueles que desejam desenvolver a sua capacidade psíquica e percepção multidimensional. Despertando sua glândula pineal, que traz a capacidade de se deixar conscientemente o corpo físico, pode-se explorar outras dimensões e desenvolver a intuição sobre o futuro e recepção de comunicações com outros seres dimensionais. São características de diversos tipos de vidência que algumas pessoas tem naturalmente.
DMT está presente no xamanismo da América do Sul numa bebida chamada ayahuasca ou Santo Daime . Os xamãs tem usado esta bebida por muitas gerações como uma forma de explorar o mundo espiritual, e é sempre recomendável usá-la sob orientação de um xamã autêntico, de preferência indígena. É uma planta/medicamento que cresce na selva amazônica, que traz melhora física profunda e cura do coração através de seus efeitos purgativos, e dá a capacidade individual de perceber outras dimensões. Com bastante prática e desenvolvimento, a glândula pineal produz esta substância especial. Para aqueles que tomam este medicamento à base de plantas, eles vão para um período de profunda experiência em questões e problemas  da consciência, permitindo-lhes ser curados com as idéias que vêm da consciência da planta.
DMT é uma substância totalmente natural . É uma crença entre muitos que os seres humanos foram feitos para serem seres visionários, capazes de explorar a informação em outras dimensões que lhe permite guiá-los através desta viagem cósmica que é  a vida . Ela nos permite transcender o ego e perceber que somos uma consciência, dando-nos a oportunidade de rapidamente curar nossos sofrimentos, conflitos e purificar nosso carma.

Como limpar a glândula pineal
A vantagem de limpar a nossa glândula pineal para que produza o seu próprio DMT é que podemos estar em um estado contínuo de "trabalho" espiritual e sermos poupados dos efeitos colaterais purgativos e às vezes desconfortáveis, para alguns, de beber a ayahuasca. Assim não precisamos mais tomar medicamentos como um complemento para as nossas vidas espirituais. O DMT é uma substância totalmente natural que o corpo humano irá produzir e distribuir quando estiver num estado curado.
Aqui estão alguns princípios básicos para desintoxicação da pineal causados por agentes químicos:
1. Mercúrio - este é realmente ruim para a glândula pineal. É veneno. Não deixe isto entrar em seu corpo. Obturações dentárias de mercúrio são toxinas para a pineal. Remova-as. Todas as vacinas também contém mercúrio contaminado. Thimersal (um conservante de vacina) é metilo mercúrio e é muito difícil de sair do cérebro, uma vez entrando lá. Evite comer peixes e alimentos tais como os camarões, já contaminados em quase todo o planeta. Atum e carne de golfinho são particularmente ruins - quanto maior o peixe, maior a concentração de mercúrio em seu tecido do corpo. 
Lâmpadas Eco - se uma for quebrada, vapor de mercúrio é liberado para o quarto e inalado. Evite a todo custo quebrar uma em local fechado.
O mercúrio pode ser removido do corpo através da utilização diária de chlorella, grama de trigo e espirulina. Coentro tomado diariamente pode ajudar a remover o mercúrio do tecido cerebral.
2. Flúor - em pastas de dentes, produtos bucais e água da torneira. É outro veneno pesado. Evite a todo custo. Calcifica o tecido pineal e, basicamente, fecha a glândula para as suas propriedades metafísicas.
A planta Manjericão Santo (ou Tulsi, cujo nome científico é Ocimum tenuiflorum), que cresce por toda a Índia pode ser apenas outra resposta para retirar o flúor da água em países pobres em todo o mundo. Cientistas da Universidade de Rajasthan descobriram que o Tulsi pode substituir algumas das alternativas mais caras para a remoção de flúor, como filtros de osmose reversa e outros.
Investigadores conduziram o experimento em uma aldeia de Narketpally, imergindo 75 mg de folhas de manjericão santo em 100ml de água que tinha mais de 7 partes de flúor por milhão de água. Após a imersão das folhas em água durante apenas 8 horas, o flúor foi reduzido para apenas 1,1 partes por milhão. A Organização Mundial de Saúde diz que os níveis "seguros" de flúor na água não são mais do que uma parte por milhão.
Com a recente admissão da Universidade de Harvard de que o flúor é ruim para a saúde, e as notícias continuadamente apontam para o flúor sendo responsável por esgotar a capacidade do cérebro causando déficit de atenção, ou mesmo calcificando a glândula pineal (que inibe a melatonina, serotonina e DMT), é uma notícia maravilhosa o fato de que um remédio tão simples foi encontrado.
(http://www.libertar.in/2013/05/manjericao-santo-remove-fluor-da-agua)
3. Alimentos orgânicos - alguns pesticidas são toxinas para a pineal. Alimentos orgânicos saudáveis com uma alta proporção de matéria-prima natural oferecem suporte para desintoxicação da pineal. A carne não é útil também. Algumas pessoas parecem não serem afetadas aparentemente, mas para muitas a toxicidade e a densidade da carne irá gerar desafios.
4. Álcool + fumo - Naturalmente, estes precisam sair junto com as ligações emocionais que conduzem a usá-los (geralmente se resume a questões de auto-estima ou trauma não resolvido).
5. Cura do Coração - eleva a vibração geral do ser e cura o medo - uma vantagem útil para quando começar a ver outras dimensões.
6. Outras toxinas - se algo é tóxico não coloque em seu corpo. Se você não pode dizer o seu nome é mais provável que seja ruim. As toxinas incluem adoçantes artificiais (aspartame K), açúcar refinado, phylenanine (em abóboras), sal refinado, desodorantes, produtos químicos de limpeza, anti-sépticos bucais dentários (água salgada é suficiente) e purificadores de ar.
7. Chocolate Cru - Cacau bruto é um estimulante / desintoxicante da glândula pineal em doses elevadas por causa do alto teor antioxidante. Seja disciplinado com as etapas 1-6 por um ano e assim certamente trará o despertar da pineal. Passo 6 é opcional, mas muito útil também.

Como ativar a glândula pineal?
Depois de ter iniciado a jornada de limpeza  para a descalcificação  ( Como limpar a glândula pineal ) e iniciar o processo de desintoxicar, o próximo passo é começar a ativar sua glândula pineal e  assim, desenvolver capacidades além do físico.
Ativando sua glândula pineal e desenvolvendo-a, isso  permitirá reforçar a sua capacidade psíquica.
Como qualquer parte do seu corpo, uma vez que você compreende  como ela funciona você pode ajudar a mantê-la para que ele permaneça saudável. Exatamente do mesmo modo o nosso cérebro vai se desenvolver se nós o usarmos com mais frequência, o mesmo é verdade para as nossas glândulas pineal. Muitos especialistas têm mostrado que aqueles que trabalham no desenvolvimento de sua glândula pineal também ajudam a melhorar a saúde de uma forma positiva.
Tal como acontece com todos os exercícios e desenvolvimento, a prática é a palavra chave aqui. O que mais você fizer para desenvolver a sua glândula pineal ou ativar sua glândula pineal, mais chances você tem de alcançar o estado final desejado, de um pleno funcionamento.
Abaixo está uma lista de atividades que você pode fazer para desenvolver a sua glândula pineal:
Preparar o ambiente para ativação Glândula Pineal:
Cobrir as janelas com cortinas ou persianas, e remover todos os aparelhos eletrônicos de sua sala, incluindo computadores, telefones e TVs, ou qualquer coisa que emite luz, campos eletromagnéticos ou possa distraí-lo de sua meditação.
A glândula pineal usa a  escuridão pura para emitir melatonina, que produz a serotonina. Estes produtos químicos são cruciais para a percepção psíquica e portanto, por sua vez, ativar a glândula pineal. Estimulando-se a glândula pineal para a produção de melatonina, isso também leva a impedir a calcificação da glândula pineal.
Purificar o ar em sua casa através da compra de uma máquina de ozônio ou um purificador de ar. A respiração se tornará muito mais fácil quando o ar estiver limpo, e a respiração é importante para ativar a glândula pineal.
Prepare o seu corpo para ativação Glândula Pineal:
Essencialmente, a preparação de corpo ajuda a descalcificação da glândula pineal, e elimina as fontes de calcificação. Isso também significa ter um corpo saudável, ser equilibrado e ter o bem-estar melhor possível.
Isto pode ser conseguido com uma disciplina de exercícios, uma dieta saudável e meditação. Todos eles contribuem para a glândula pineal produza altas concentrações de melatonina, e assim ajudar a estimular o processo. Isso também significa que você tem uma melhor e mais profunda noite de sono, o que é sempre bom para o seu bem-estar geral.
Alimentos que estimulam a glândula pineal:
O cacau natural conforme citado é um grande estimulante da glândula pineal  e também funciona como um desintoxicante. Por isso era usado pelos índios sul americanos. 
A melatonina, é um hormônio sintetizado pela pineal partindo de uma substância chamada triptofano. O triptofano é encontrado em vários alimentos e frutas como: no abacaxi, como também nas sementes, nos legumes e nos cereais. Uma vez digerido pelo nosso organismo, o triptofano é convertido pela glândula Pituitária em um neurotransmissor chamado serotonina, enquanto dormimos, o qual, pelo processo biomolecular, é logo transformada pela glândula Pineal em melatonina. Pela manhã, com a penetração da claridade ou dos raios solares em nossos olhos, a glândula Pineal interrompe sua atividade e a partir deste momento a glândula pituitária, se encarrega de fazer a distribuição da melatonina para as demais glândulas endócrinas começando pela tireóide, passando em seguida pelo timo, depois pelas supra-renais e, finalmente, atinge as gônadas
Mantras, Meditação e Yoga estimulam sua glândula Pineal:
Um bom método para estimular sua glândula pineal é cantar Thoh (o som é Thoooh). Se você é capaz de cantar este em Dó comum, então isso ajuda. É recomendado você cantar Thoh três vezes e depois esperar 24 horas e repetir. Repetindo esse processo  você vai perceber  que é um estimulante da glândula pineal muito poderoso. Podem ser outros mantras como o OM ou outros budistas e de outras tradições autênticas. Os mantras são altamente estimulantes da pineal
Outro bom método é fazer algumas visualizações de yoga, como o seguinte: 
1. Feche  os olhos ligeiramente e  leve lentamente o olhar para a ponta do seu nariz e olhe para a ponta do seu nariz . 
2. Sente-se com as costas retas ou deite completamente de costas. 
3. Deixe de lado todos os "pensamentos" que parecem condicionar a respiração (reconhecê-los se eles vêm, mas permitir-lhes fluir à distância). Concentre-se em limpar sua mente de todos os pensamentos. 
4. Visualize, tão intensamente quanto possível, o corpo espiritual sair do corpo físico através da glândula pineal. Este é o primeiro passo para dirigir as energias necessárias para ativar a glândula pineal. Eventualmente, você vai sentir-se deixar o seu corpo físico para projetar-se. Muitas vezes, as pessoas ouvem um som "de estalo", prenunciando a saída do corpo físico. 
5. Pratique esta meditação em uma base diária. Separe um certo tempo todas as manhãs, de preferência das 4 às 6 para a meditação, mas pode ser em outra hora. Quanto mais você praticar, mais fácil será desenvolver e exercitar sua glândula pineal.

Veja 2 vídeos:
Video do Dr. Bill 



Fontes: blog despertando deuses; Dr. Mercola ; Descaling Pineal Gland; e os artigos abaixo. Luke, Jennifer M.D. - Fluoride Deposition in the Aged Human Pineal Gland. International Center for Nutritional Research, Inc. ICNR.com. (Luke , Jennifer MD - Deposição de flúor em Glândula Pineal Humana  de Idosos. Centro Internacional para Pesquisas de Nutrição. Proposed HHS Recommendation for Fluoride Concentrate in Drinking Water for Prevention of Dental Caries. U.S. Department of Health & Human Services. HHS.gov.     (Recomendação Proposta da HHS para Concentrado de flúor na água potável para a prevenção da cárie dentária . Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA. - HHS.gov)



FLUORETAÇÃO DA ÁGUA MINERAL ENGARRAFADA - VENENO EMBALADO





3 comentários:

  1. Flúor o nosso veneno de cada dia, como nos livrar deste terrível lixo em nossa água potável?

    ResponderExcluir
  2. As afirmações sobre a falta de eficácia nos dentes não são verdadeiras e não tem comprovação científica. O flúor protege sim os dentes. E sobre a pasta, basta cuspir, não é feita para ser engolida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu responderia adequadamente se você não fosse dentista e portanto a sua opinião não estivesse condicionada à indústria do flúor. Quanto a cuspir a pasta, explique às crianças, não a mim...

      Excluir